14 de julho de 2015

E finalmente chegou o grande dia! Adryan Nasceu!

Foi no dia 29 de Maio de 2015 ás 18:15, que tudo começou.
Eu estava sentada no computador, quando de repente a bolsa estourou. No inicio eu não tinha certeza se era mesmo a bolsa, fiquei um tempo pensando. Será? E foi ai que a ficha caio. E lá fomos nós para a maternidade. Eu e meu esposo sorridentes e cheios de expectativas para o grande momento.

Na chegada ao hospital fomos para a triagem e pra minha surpresa, pressão estava 16.11. Fiquei nervosa na hora por que já tinha lido vários relatos sobre Eclampsia e sabia que não era nada bom, nem pra mim e nem pro Adryan. O médico que era um bruto! foi fazer o famoso exame de toque e (P$%¨&)! fui lá no céu e voltei, quando o bendito terminou já foi logo avisando que me internaria e já faria minha cesária naquela mesma noite. Era por volta dás 20:30 quando me internaram, colocaram remédio para baixar minha pressão e graças a Deus meia hora depois já tinha baixado consideravelmente. Mais tarde mal sabia eu que teriam mais seções de torturas (sim porque aqueles exames de toque para mim eram torturas) Chegou outro médico que mais uma vez me examinou e disse que meu colo estava ótimo, que eles induziriam pra ser normal. Confesso que fiquei tão feliz! É incrível como nos sentimos preparadas na hora do parto. Gente eu queria sentir as dores, por que sabia que logo teria meu filho comigo.

Pouco tempo depois o médico voltou com um comprimido para induzir (pois eu não estava sentindo nada, nenhuma contração). Fizemos a primeira indução e mais dor! Sim, por que colocaram bem no colo do útero. Depois ficamos aguardando as contrações começarem, eu estava tão sorridente. Confiante de que logo as benditas contrações começariam. doutor disse que teria que esperar fazer efeito e qualquer coisa chamasse. ok! Esperamos a noite toda, eu já estava impaciente. Nada de contrações, dores.. Nada! Meu Deus o que estava acontecendo comigo. por que toda mulher que chegava lá sentindo dor 10 minutos depois já estavam com os bebês nos braços e eu não? e pra completar colocaram uma sonda pra eu não ir no banheiro que incomodava dimais! doía.

08:00 horas da manhã quando chegou o médico do outro plantão (super gente boa). Ele veio e me perguntou se eu sentia algo, falei que não. nem uma dorzinha se quer. Ele falou que tentaria induzir mais uma vez caso não desse certo, teria que fazer a cesárea. Eu já estava totalmente desanimada, no fundo eu já sabia o que aconteceria. 14:45 da tarde, depois da segunda indução mais uma vez sem sucesso. Eu já estava nervosa, nunca tinha passado por cirurgias e na hora só conseguia lembrar da bendita anestesia, sempre tive medo dela. Aliás, a idéia de ser aberta também não me agradava em nada.

Não lembro a hora exata em que o enfermeiro veio me buscar para a cesária. E lá foi eu sozinha, com medo e rodeada de pessoas desconhecidas. A injeção até que não doeu nadinha, mais é muito estranho aquela sensação que a anestesia dar. Não lembro muito bem de tudo por que estava com muito sono. Mais fiquei o tempo todo tentando ficar acordada e ver meu filho dar seu primeiro chorinho. Depois de Alguns minutos eu pude ouvir e logo fiquei procurando ele, a enfermeira mandou eu olhar pro outro lado. E quando olhei lá vinha ele todo enroladinho chorando e todo vermelhinho, foi o melhor momento da minha vida! Eu nunca quero esquecer aquela cena! Ele ficou encostado no meu rosto e na mesma hora parou de chorar. Ele sabia que eu era a sua mãe! Foi incrível! eu não sabia se ria ou chorava de alegria. Apesar de tudo, tudo que passei valeu apena depois que vi aquele rostinho. Parece que na hora em que você conhece seu filho(a) algo mágico acontece e você se encanta por aquela pessoa tão indefesa. Você se sente capaz de tudo por ela. Você defende ela com unhas e dentes!!

Apresento a vocês meninas, o Adryan.
Nasceu no dia 30 de Maio ás 16:14 da tarde de parto cesárea. Pesando 3,415kg
- Meu Filho, como eu te amo!

Esse é meu príncipe, hoje ele está com 01 mês (passa muito rápido). Agradeço a Deus todos os dias pela minha família. sou eternamente grata a tudo que ele fez por mim. Meu filho é tudo pra mim! Quem diria há dois anos atrás eu estava aqui relatando meu sonho de ser mãe e hoje meu filho está aqui comigo, alegrando meus dias. E claro não podia deixar de vim aqui contar sobre essa benção maravilhosa que Deus me deu.



Obrigada a todas as meninas que sempre me apoiaram, me deram forças quando eu achava que não ia conseguir. E quero dizer a todas que ainda estão na caminhada em busca de seu positivo. Acredite! Tenha Fé! Deus é maravilhoso dimais e no momento certo ele vai conceder o desejo do coração de vocês.
Beijos meninas!

1 comentários:

  1. É tão legal você contando, parece que eu estava vendo tudo acontecendo. Graças a Deus deu tudo certo e você está com sua bênção nos seus braços! Eu lembro o quanto você queria engravidar e Deus foi fiel contigo e te deu um filho... :) Volta a publicar, saudades!!!

    ResponderExcluir

♥ Seja Bem Vinda(o) ao Diário da Nanny *-*
♥ Seu comentário é muito importante pra nós.
♥ Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita.

 
Lovingly designed by Tasnim